Autor: André Martins

Ativo premium com preço atrativo

Recomendamos a COMPRA das ações da B3 (B3SA3), com Preço-Alvo de R$30,00. A recomendação se baseia em: (1) solido momento operacional – após resultados fortes já vistos este ano, esperamos que esta tendência persista, perdurando em 2019-20 com a retomada da economia; (2) Mix mais defensivo pós fusão e (3) processo de desalavancagem acelerando e potencial de aumento em dividendos.

Tese de Investimento

Diversificação maior do que as ações precificam, mix defensivo

A performance das ações da B3 são muito correlacionadas às expectativas para o mercado de Renda Variável. Na nossa visão, devido às suas receitas bem diversificadas entre Renda Variável, Derivativos, Renda Fixa e Financiamento de Veículos, o resultado operacional da B3 é na verdade mais defensivo, e não tão impactado pela perspectiva de bolsa quanto as ações precificam.

Negócio único e com alta barreira de entrada

A combinação entre a BM&F Bovespa e a Cetip acentuou vantagens e deu origem a um player com alavancagem operacional e flexibilidade, que deve ajudar a melhorar as já elevadas margens nos próximos anos. Além disso, a recente integração das clearings (processos pós negociação) impôs mais um obstáculo a potenciais entrantes no mercado brasileiro de bolsas, para o qual o regulador exige um alto grau de qualidade em serviços e gestão de riscos de seus participantes.

Desalavancagem e Dividendos

Após contrair uma dívida de R$3,0 bilhões para financiar parte da fusão com a Cetip, a B3 atingiu endividamento acima de 2,0x Dívida Bruta/ EBITDA* e projeta reduzir para 1,0x até o final de 2019. A partir deste processo, e por se tratar de uma empresa com baixa intensidade de capital, acreditamos que a B3 possa pagar dividendos próximos a 100% do lucro líquido nos próximos anos, acima do objetivo de 70%-80% projetado para o biênio 2018-2019.

Riscos

Como principais riscos para a B3, vemos (1) entrada de competidor(es) capitalizado(s) e com expertise, capaz(es) de competir com a B3 em suas diversas linhas de negócio; (2) deterioração grave da situação econômica do Brasil, impactando os volumes negociados e o custo de capital das empresas e (3) evoluções tecnológicas que mudem profundamente a dinâmica do setor.

 

 

Sensibilidades / Cenários

  • Cenário Otimista - Preço-Alvo de R$31,00. Neste cenário, aumentamos os volumes negociados em 10%, resultando em uma margem EBITDA** de 71,0% em 2018-19.
  • Cenário Base - Preço-Alvo de R$26,00. Margem EBITDA** de 69,0%
  • Cenário Pessimista - Preço-Alvo de R$16,00. Neste cenário, reduzimos os volumes negociados em 10%, resultando em uma margem EBITDA** de 68,0% em 2018-19.

Gráfico Sensibilidade

Descrição da empresa

A B3 é a companhia fruto da combinação entre BM&F Bovespa e Cetip e é uma das maiores empresas provedoras de infraestrutura para o mercado financeiro no mundo. Seus serviços incluem a negociação e pós-negociação de títulos e valores mobiliários e o registro de operações de balcão e de financiamento de veículos, entre outros.

Método de valuation

O Preço-Alvo de R$26,00 foi derivado utilizando o método Fluxo de Caixa Descontado.

*Dívida Bruta/EBITDA = O EBITDA representa o resultado operacional da empresa, ou seja, a geração de valor através das atividades de sua operação. Esse indicador, portanto, representa quantas vezes esse resultado seria necessário para pagar as dívidas.

**Margem EBITDA = quanto da receita menos custos e despesas representa da receita total.

 

Análises da Carteira Recomendada XP